Sagrima distribui tanque de resfriamento de leite durante a 44a Expoimp

Sagrima distribui tanque de resfriamento de leite durante a 44a Expoimp

A Secretaria da Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima) entregou na manhã deste domingo (8), durante a 44a Exposição Agropecuária de Imperatriz (Expoimp), um tanque de resfriamento, com capacidade para armazenar 1.000 litros de leite e 10 kits de ordenha, em benefício de 60 famílias do município de Campestre. O Maranhão produz cerca de 1 milhão e 150 mil litros de leite por dia e a região de Açailândia e Imperatriz concentram a maior produção leiteira do estado.
A entrega do tanque aconteceu no Tatersal, durante a abertura da 12º edição do Leilão Balde Branco, que comercializou 58 lotes de gado leiteiro das raças girolando, holandês e gir, abrindo os pregões da Expoimp.
Participaram da entrega, o diretor geral da Agência de Defesa Agropecuária do Maranhão (Aged), Fernando Lima, que representou o secretário de Agricultura, Cláudio Azevedo; presidente do Sindicato Rural de Imperatriz, Sabino Costa; promotor do Leilão Balde Branco, Luís Augusto Lula; diretor do Sebrae Maranhão, Raimundo Nonato Correa; e o prefeito de Campestre, Emivaldo Macedo.
De acordo com Fernando Lima, este é o 12º tanque doado pela Sagrima este ano. “Esta é uma estratégia de fortalecer a cadeia produtiva do leite na região porque oportuniza a armazenagem e aumento da melhoria da qualidade do leite, evitando a acidez e o desperdício”, explicou ele.
A Associação dos Pequenos Produtores Rurais do Setor Mirandas, em Campestre, é atendida pelo Sebrae de Imperatriz, com o Programa Balde Cheio, que tem apresentado resultados positivos, tais como o aumento do percentual de vacas em lactação, implantação de duas ordenhas e diminuição do intervalo entre parto. “Em parceria com a Embrapa nós estamos atendendo diretamente 137 produtores com 43 unidades demonstrativas e assistidas”, informou o diretor do Sebrae, Raimundo Nonato Correa.
O presidente da Associação dos Pequenos Produtores Rurais do Setor Mirandas, Agostinho Rodrigues Macedo, assinou o termo de recebimento do tanque e dos kits de ordenha. Ele disse que os equipamentos vão ajudar muito, não só os produtores, mas também outras pessoas da comunidade. “Nós produzimos cerca de 40 litros de leite por dia e com esse tanque nós iremos vender o leite para outras empresas e aumentar nossa produção”, planejou Agostinho Macedo.
Fonte: Jornal Pequeno, adaptado pela Equipe Milknet
11/07/2012