Pesquisadores encontram evidências de produção de leite há 7 mil anos

Pesquisadores encontram evidências de produção de leite há 7 mil anos


Com clima e ambiente hostis, o Deserto do Saara não parece o local mais apropriado para a criação de gado, já que os animais precisam de quantidades elevadas de água e pasto para sobrevivência. No entanto, durante o período úmido do Holoceno africano — iniciado 10 mil anos atrás —, a mesma região desfrutou de condições muito mais favoráveis. Evidências de fauna encontradas por cientistas já tinham mostrado que bois, ovelhas e cabras viviam próximo a antigas savanas localizadas na hoje árida região. Agora, um estudo publicado na revista Nature mostra que a população pré-histórica do Saara africano teria desenvolvido uma intensa produção leiteira 7 mil anos atrás.

A descoberta foi feita a partir da análise de resíduos de alimentos depositados em 81 pedaços de cerâmicas escavadas na região (veja quadro). A equipe dos pesquisadores Julie Dunne e Richard Evershed, do Instituto de Química da Universidade de Bristol, no Reino Unido, já tinha conseguido datar o início da produção leiteira na Europa e na Ásia. A mesma técnica — de identificação de isótopos da gordura do leite em materiais escavados — foi aplicada para reunir evidências químicas do processamento de produtos lácteos em vasos de cerâmica no Saara da Líbia.

Fonte: Diário de Pernambuco adaptado pela Equipe Milknet