EUA: Brazilian Biotech organiza missão brasileira na BIO 2012

As 38 empresas brasileiras na principal conferência de biotecnologia no mundo vão articular negócios e acordos de cooperação tecnológica que deverão mover US$ 50 milhões. Serão apresentadas três sessões sobre os avanços nacionais no setor
A Brazilian Biotech – grupo que, comandado pela Fundação BioRio, com o apoio da Agência Brasileira de Promoção de Exportação e Investimentos, coordena ações de incentivo à internacionalização da biotecnologia nacional – conduzirá a missão brasileira na BIO 2012, a maior convenção do mundo no setor, programada para os próximos dias 18, 19, 20 e 21, em Boston (EUA). Com suporte técnico e financeiro da Apex-Brasil, a Brazilian Biotech levará à BIO alguns dos principais representantes e empresas da biotecnologia verde e amarela, como Instituto Vital Brazil, Merck, Novartis e BioManguinhos.
As 38 organizações brasileiras participantes, de vários estados – inclusive os estreantes Amazonas e Pará – vão ocupar um pavilhão de 280 metros quadrados, com áreas para reuniões, exposições e palestras. Os empreendedores pretendem estreitar negócios com empresas americanas, chinesas, francesas, canadenses e belgas, entre outras, e assim consolidar a entrada do país no mapa da biotecnologia mundial. As novas parcerias, nos segmentos de saúde (humana e animal), meio ambiente, energia e agricultura, deverão movimentar 50 milhões de dólares.
Comandado pela Brazilian Biotech, o projeto de expansão da nossa biotecnologia no mercado externo é impulsionado também por acordos de cooperação científica e tecnológica. Por exemplo, a adoção, por jogadores de futebol americano, de um capacete que reduz o impacto de traumas no crânio. Desenvolvido pela Thermopraxis, o equipamento será uma das novidades brasileiras na conferência.
Também serão apresentados na convenção três estudos que detalham o potencial da biotecnologia brasileira tanto para a ciência quanto para o ambiente de negócios. Pela primeira vez, desde que começou a participar da BIO, em 2010, o Brasil vai expor trabalhos científicos e iniciativas empresariais fora do seu pavilhão. As pesquisas, igualmente importantes ao reconhecimento do país nessa área, foram feitas pela Universidade Federal do Amazonas, em conjunto com a Secretaria de Ciência e Tecnologia do Pará; pelo Grupo Executivo de Ciências da Vida do RJ; e pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.
Maior conferência da indústria biotecnológica no mundo, promovida anualmente nos Estados Unidos, a BIO reúne aproximadamente 20 mil participantes. Representantes de empresas, governos e instituições relacionadas à bioindústria americana e mundial articulam parcerias, consolidam novas oportunidades e indicam as principais tendências do setor.
A participação da Brazilian Biotech na BIO 2012 reforça a proposta de estimular o empreendedorismo de empresas nacionais e a cooperação científica e tecnológica com outros países, especialmente Estados Unidos, Alemanha e China. Ao ampliar a visibilidade das iniciativas científicas, governamentais e empresariais voltadas ao crescimento da biotecnologia nacional, a entidade intensifica o propósito de trazer mais prestígio e investimentos na área para o país.
A Brazilian Biotech reúne empresas e instituições integradas no desenvolvimento de pesquisas em energia, saúde humana e animal, agricultura e meio ambiente – lideradas pelo Polo Bio-Rio, localizado na UFRJ. Com o apoio da Apex-Brasil, a iniciativa busca colocar o Brasil no cenário biotecnológico mundial.
O projeto desenvolveu uma pesquisa, executada pelo Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (CEBRAP), que fez o primeiro levantamento de informações detalhadas sobre a biotecnologia brasileira, o que representou o primeiro passo da meta de alinhar o país à agenda biotecnológica internacional, para alavancar a expansão das empresas que desenvolvem projetos na área.
Segundo estimativa da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), a bioeconomia movimenta, no mundo, US$ 27 trilhões em negócios. Diante das novas perspectivas desse mercado, o desenvolvimento da biotecnologia nacional torna-se uma das prioridades da política industrial do governo brasileiro.
BIO Convention-A Convenção anual da BIO é o maior evento internacional de biotecnologia e atrai aproximadamente 20.000 participantes, dentre eles, representantes de empresas, governos, academias e instituições relacionadas à bioindústria americana e mundial. O evento atrai os maiores nomes na área de biotecnologia, oferece networking e oportunidades de parcerias e fornece insights e inspiração sobre as principais tendências que afetam o setor. Em 2012, a Convenção será realizada em Boston de 18 a 21 de junho. O evento contará com palestras e sessões de políticos influentes, cientistas, CEOs e celebridades. A Convenção conta também com centenas de sessões sobre as tendências da biotecnologia, questões políticas e as inovações tecnológicas e de biotec nologia do mundo.
Fonte: Revista Fator adaptado pela Equipe Milknet